sexta-feira, 29 de abril de 2011

December Flowers

Sherman Oaks, Califórnia, USA

1988-1991

Membros:

Seth Miller (voz, guitarra),
Michael Hammond (voz, guitarra),
Steve Shannon (baixo),
Keith Wellings (guitarra),
C.J.Erickson (bateria).

Banda criada por Seth Miller em 1988 (vocalista e guitarra ocasionalmente). Tocaram durante 2 anos, gravando para Charles Bouis baterista dos Human Drama. No seguimento deste contacto começaram a trabalhar com Johnny Indovina na possibilidade de gravar um álbum que nunca saiu.
Acabaram devido a divergências e Seth juntou-se a Johnny com quem gravou algumas canções e tocou. Mais tarde Seth criou o seu próprio projecto "The Burnning World" e trabalha com Stevyn Grey e William Faith. Hammond tem uma banda chamada The Quartering Sea. Steve tem uma banda chamada Rot 13 sob o nome de Grim Ghastly. C.J. Eiriksson juntou-se aos Human Drama como baterista.

Discografia:

«Your Love Will Bury Me», (Cass, Single), Blossom Records, 1991



Fonte: Discogs, Myspace, Blog Tears and Dreams

Seventh Séance

Londres, UK

Membros fundadores:

Winston Detleiv (guitarra e voz),
Steven Humphreys (bateria e percussão).

Saídos da banda gótica/punk, The Orange Cardigan, de Londres, em 1982 lançaram 2 k7 e um EP. Após algum tempo Steve decidiu que queria fazer outros projectos. No entanto Winton decidiu trabalhar com o seu irmão Ian e mais dois amigos, Peter Collins (bateria) e Garfield (saxofone). Lançaram um segundo E.P. «I Could Forget Myself » em Outubro de 1983. Este alinhamento da banda nunca se apresentou ao vivo.
Wintow juntou-se com Marc(Almond) e o violoncelista dos The Mambas, Martin Mc.Carrick e Bill McGee. Winton chegou a juntar-se aos Mambas para um concerto de despedida em Dezembro de 1983 em Londres, para além de ter feito alguns concertos com Martin e Bill numa encarnação dos Seventh Séance. Em Março de 1984 saiu outro EP « Another Empty Face».
Após ter gravado um álbum com material dos Seventh Séance (nunca lançado), Martin e Bill juntaram-se a Steven Humphreys e Marc Almond na nova banda de Marc.
Ficando a solo Winston formou uma nova banda Seventh Séance com um novo alinhamento, Richard Spyers (baixo) e Chris Calvert (bateria). Este trio fez alguns concertos no reino Unido e lançou duas k7. Entretanto Winton começou a ser DJ num clube de Londres chamado “Velvet Goldmine”. Precisando de uma banda a tocar ao vivo, nasceu então a banda Clockwork Orange, tocando covers dos Velvets, Bolan, Stooges, Bowie, Doors, Stones e até de Sinatra. Apesar de ter sido inicialmente uma brincadeira, a banda ganhou alguma popularidade e começou a dar concertos em Londres e no Sul de Inglaterra. Quando a imprensa começou a ter interesse na banda lançaram em 1986 «Wake Up! Time To Die», um EP com 3 canções e em 1987, «Kissing the Skylight».
Depois de saídas dos membros da banda para outros projectos, Winston juntou-se com Mr Russell Nash. O duo chamado the Lightning Call começou a dar alguns concertos em clubes de Londres, lançaram um EP «Lightning 1» em 1990 e assinaram um contracto para organizar o East London Green festival. Para além deste festival que durou 4 anos entre 1989 e 1992 , estavam encarregues da Companhia de Teatro Black Horse em Camden Town, Norte de Londres. Apareceram em algumas peças e para além disto Winston estava também envolvido na Tower Hamlets College (THC) Alternative Media Productions, principalmente durante a Guerra do Golfo numa campanha anti-guerra.

Discografia:

«Ritual », EP, (1982 Icon Music)
«The Incision», EP, (1982 Icon Music)
«I Could Forget Myself», , EP, (1983 Icon Music)
«Another Empty Face», EP, (1984 – Icon Music)
«Into The Outside», Single, (1984 – Icon Music)



Fonte: Site Oficial, Blog Phoenix Hairpins, Blog Cactus Mouth Informer, Blog Kill Your Pet Puppy

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Secession

Glasgow, Escócia

(1983 - 1987)

Membros:

Peter Thomson, Carole Branston , Charlie Kelly (voz),
Peter Thomson, Carole Branston (teclas),
Charlie Kelly (sintetizadores, percussão),
J.L. Seenan (James Seenan), (baixo).

Discografia:

«A Dark Enchantment LP/CD», Siren Records, 1987
«Betrayal», (7"), The Garden Label, 1983
«Touch», (7"), Beggars Banquet, 1984
«Fire Island», (7"), Beggars Banquet, 1984
«Michael»,(7"), Siren Records, 1986
«Promise»,(7"), Siren Records, 1987
«The Magician»,(7"), Siren Records, 1987
«Sneakyville», (7"), Siren Records, 1987
«Radioland», (7"),Siren Records, 1987



Fonte: Discogs,Blog System of Romance,Blog Phoenix Harpins,Blog Tears and Dreams,Blog New Romantic Rules,Blog NoiseBox

domingo, 24 de abril de 2011

League Of Nations

LA, Califórnia, USA

(1983-1984)

Membros:

Laurie Jean (bateria, ritmos, programação),
David Sinfield (piano, sintetizador, voz).

Discografia:

«Music For The New Depression», Glaze Recordings, 1984
«Untitled», 12", Taursus Records, 1982



Fonte: Discogs, Blog Mutant Sounds, Blog System of Romance

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Isolation Ward

Bruxelas, Bélgica.

(1979 – 1983)

Membros fundadores:

Jean Pierre Everaerts (baixo),
Stephane Willocq (guitarra),
Thierry Heyndericks (teclas, voz, trompete),
Etienne Vernaeve (bateria).

Outros membros:

Nathalie Bourlard, Anne Kinna (Nanou), Sylvie Honnay, Niki Mono, Eric Vanhoutte e Jerry WX.

Discografia:

«Lamina Christus», 7”, 1982, Radical Records, France Crepuscule Section Francaise/Radical RAD 008
«Absent Heart», 12”, 1983, Les Disques du Crepuscule
«Point Final», K7, 1984, Présence
«Point De Départ», K7, 1984, Présence



Fonte:Blog Ageless Day, Blog 7" from the Underground, Blog Bummerfest

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Dueto Iggy Pop e Kate Pierson

Uma das minhas musicas preferidas do Iggy Pop, "Candy", do álbum «Brick by Brick». Um dueto com Kate Pierson dos B-52's, foi lançada como o segundo single do álbum em Setembro de 1990.


terça-feira, 19 de abril de 2011

The Preachers of Neverland

Suécia

(1990 - ?)

Membros:

N. Vincent (guitarra e voz) Nick Holmquist, (ex - Mix 1009);
P. Ashman (guitarra) Patrik "EPA" Akterhall, (ex - The New Psychos);
C. Deerman (baixo) Christer "Crille" Rylander, (ex - Travelstone);
A. Swans (guitarra) Anders "Svesse" Svensson, (ex - The Naked and the Dead);

Banda Sueca de Gothic Rock fundada em 1990. Claras influências de Fields of the Nephilim e Sisters of Mercy.

Discografia:

«The Artificial Paradise», (CD, Album), Preachers Cath, 1995
«Autoskopia», (12", EP), Preachers Cath, 1992
«Incision», (CD, Single), Preachers Cath, 1993



Fonte: Blog Hidden Pleasures, Blog Gothic Rock, Lastfm

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Dueto Virginia Astley e David Sylvian

Primeira faixa do álbum «Hope in a Darkened Heart» de Virginia Astley de 1986.
Musica "Some Small Hope", "Don´t loose hope" é o que todos precisamos....

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Dueto Peter Murphy e Trent Reznor

Dois artistas que nunca é demais ouvir....
Peter Murphy e Trent Reznor numa versão do Iggy Pop "Night Clubbing "

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Soror Dolorosa

Toulouse, França.

Membros:

Hervé Carles - baixo,(ex Funeraell),
Frank Ligabue - guitarra - até 2003,(ex Funeraell),
Christophe Guenot - voz, (ex Funeraell),
Andy Julia - bateria, (Nuit Noire, Mutiilation, Peste Noire, Celestia, Darvulia, Fornication)
Emey - guitarra - apartir de 2003 (ex Contrast, Unscarred).

Formados em 2001, Herve escolheu o nome da banda de um romance intitulado Bruges-la-Morte de 1892, do escritor Flamengo Georges Rodenbach. “Soror Dolorosa” significa “Irmã cheia de pena (em dor)” em Latim.
Em 2003 gravou uma demo que não chegaram a lançar pois o alinhamento do banda mudou com a chegada de Emey (ex Contrast, Unscarred ...) que substituiu Frank na guitarra.
Gravaram uma nova demo em 2005 que não foi publicada também pois depois de alguns concertos separaram-se em 2005.
Em Agosto de 2007 voltaram com um novo alinhamento na banda, (alinhamento actual). Um mês depois, baseando-se nas musicas escritas pelo baixista Charles Herve, a banda gravou a 3ª demo não publicada que claramente tinha influências de grupos como Christian Death, Bauhaus, e The Sisters of Mercy.
A partir desta altura a banda conseguiu uma nova identidade e as musicas passaram a ser escritas por 4 elementos da banda.
O EP com 6 faixas, «Severance» foi lançado em 2009 pela Todestrieb Records. Ao mesmo tempo e através da ajuda de Neige (Amesoeurs, Alcest), a banda entrou em contacto com a Northern Silence Productions através da qual editaram através da sua sub-editora, Beneath Grey Skies, o álbum «Blind Scenes » de 2011.
Pelas palavras da banda: "The album is quite cold, with misty blue moods. 'Blind Scenes' would rather be perceived as scenes unseen, that is to say, out of time and out of the real world. As a state of grace overshadowed by the inevitability of everyday life. The lyrics are heartfelt and talk about regrets, coldness, alcohol abuse, as well as forfeiture, but mostly nostalgia, hence the blue color of the music."
Soror Dolorosa aparece hoje como uma banda com claras influência dos anos 80. Andy, o baterista, está marcado pelo Black Metal e Metal em geral mas também gosta de Human League, Fields of the Nephilim ou dos últimos álbuns dos Ulver's. Herve é um grande fã dos Cure, Depeche Mode e Christian Death. As suas musicas claramente vão na direcção do Gothic/Death Rock e Cold Wave.

Discografia:

«Severance», Todestrieb Records, 2009
«Blind Scenes», Beneath Grey Skies, 2011



Fonte: Site Northern-Silence Produtions, Blog Urban Disease, Blog We Love Music