quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Dueto David Bowie e The Arcade Fire

Musica "Wake Up", é o que eu preciso de fazer em 2010 em relação a muita coisa...

Do álbum «Funeral» de 2004 dos Arcade Fire que está muito bom. A musica foi utilizada pela BBC em anúncios de sua programação de 2005. Esta actuação, com o grande e único David Bowie está fantástica.



2009 foi o ano de nascimento deste blog que em 4 meses teve mais de 1000 visitantes. Queria agradecer a todos, pelas visitas, pelas criticas, sugestões, comentários! :)

Feliz Ano Novo a todos!
Feliz Ano Nuevo
Bonne Année!
Happy New Year!
Glückliches Neues Jahr!
С новым годом!
Felice Anno Nuovo!
Καλή χρονιά!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Der Bau

Mais uma excelente compilação coldwave/darkwve de 1986 (K7), lançada pela Spect D'Une Certaine Industrie (ACI 01). Bandas francesas, belgas, italianas e norte americanas.

Der Bau

1. Siglo XX - Sweet Jane
2. Asylum Party - White Light
3. Les Maîtres - Une Douleur Passagère
4. Closed Session - My Shout
5. Neutral Project - Reviens...
6. Kindergarten - Spasmodic Alice
7. Anonymes - Interrogation 3986
8. Wallenberg - Dublin
9. Dead Relatives - Father Tranquille
10. Clair Obscur- Psychiatric
11. Little Nemo - Love Is A Lie
12. Komakino - Lacrima
13. I.W.N.N. - Venus
14. Bleme - This Wait

Fonte: Blog The Thing On The Doorstep

Musica nº 2, "White Light"dos Asylum Party:

Im Westen Nichts Neues

Só consegui descobrir que participaram em três compliações. Na compilação «Out of Nowhere», de 1986 com a musica "Le Tertre", «Der Bau», de 1986, com a musica "Venus" e na «Un Chateau Compilation» com a musica "Le Carnage" e "The Omen".

sábado, 26 de dezembro de 2009

Dead Relatives

Mais uma banda com pouca informação disponível. Acho que eram italianos.

Dicografia:

«Commentarius In Apocalipsin», 1985, K7
«Dead Relatives», 1995, CD

Participaram em algumas compilações

Anonymes

Não conseguir obter muita informação sobre esta banda a não ser que lançaram em 1987 um single intitulado «?-3986». Participaram na compilação «Der Bau» com a musica " Interrogation 3986".

Kindergarten

Membros (que participaram pelo menos no single «Interference»):

Mark Farley (guitarra),
Bob Joslyn (bateria),
Robert Enberg (voz, piano, sintetizadores, produção).

Banda curiosamente de Minneapolis que participou em duas compilações de coldwave, «Der Bau» de 1986, com a musica "Spasmodic Alice" e «Unreleased Volume II» (LP) de 1988, com a musica "Machines'Co".

Discografia:

«Interference» EP, 1982, Blind Beat Records

1. Interference
2. Auschwitz
3. God Only Knows

«No.3 (The CLoset)» EP, 1987, Impala Records

1. Transportation
2. 10 Little Indians
3. Terri Goes Walking
4. Disco-X
5. Aquamarine

Fonte: Discogs, Blog Viable Commercial

Musica "Spasmodic Alice" da compilação «Der Bau»

Closed Session

Esta banda de Marselha participou em duas compilações e lançou uma K7 em 1986. Na compilação, La «Muse Vénale» de 1985 participou com as musicas, "What Have You Learnt" e "Proctis Day " e na compilação «Der Bau» de 1986, com a musica "My Shout".

Discografia:

«Song for Sale», 1986, K7

Fonte: Discogs, Blog Capa Nostra Syndicate

Obrigado Carlos!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Les Maîtres

Só consegui descobrir que eram de Versalhes e que o grupo era constituído por dois baixistas (um deles chamava-se jean-marie), sem guitarrista e mais um vocalista pelo menos. Lançaram em 1983 uma k7 sem titulo e entraram em algumas compilações da altura.

Discografia:

«S/T», 1983, V.I.S.A. (AF 002)



Fonte: Site French New Wave, Blog The Thing On The Doorstep

Siglo XX

Genk, Bélgica

1980-1989

Membros :

Antonio Palermo
Dirk Chauvaux
Erik Dries
Klaas Hoogerwaard

Grupo originário de Genk - uma soturna cidade industrial da Bélgica, que se tornou um poço de desemprego, pobreza, violência e abuso de drogas. A isso soma-se o contexto punk, temos um ambiente propício ao surgimento de uma banda como essa.
O grupo transmite uma energia melancólica e intensa. Baixo tristonho, guitarra esparsa, bateria hipnótica, efeitos congelantes e vocal ora apático, ora profundo, ora áspero.
Apesar de a banda negar ter influência de Joy Division, de facto há semelhanças.
Foram um dos pioneiros na postura independente, ao lançar o single “The Naked and the Dead” em 1980 sem o nariz de gravadora alguma.
Quanto ao nome foi o de um movimento anarquista da Guerra Espanhola.

Nós somos marginais, mas para nós marginalidade é mudança, mudança é movimento, e movimento é vida. O estabelecido é parado, cinza, morto”, (palavras da própria banda).

Discografia :

«The naked and the death», 7", (Straatlawaai Produkties, 1980)
«Siglo XX», K7, (Straatlawaai Produkties,1981)
«The art of war», 12", (Antler, 1982)
«Siglo XX», 12", (Antler - 1983)
«Dreams of Pleasure», 12", (Antler - 1983)
«In The Garden», 7", (Paragon - 1984)
«Siglo XX», 2xLP, (Antler - 1984)
«Some have a laughter», (Antler, 1984)
«Re-release 80-82», (Antler, 1984)
«It´s All Over Know», 12", (Antler, 1986)
«Till the End of Night», 12", (Play it again Sam - 1987)
«Flowers for the rebels», LP/CD", (Play it again Sam - 1987)
«View of the wierd», 12", (Play it again Sam - 1987)
«Antler Tracks I e II», CD, (Antler, 1987)
«Fear and desire», LP/CD, (Play it again Sam - 1988)
«Summers Die», 12"/CDs, (Play it again Sam - 1989)
«Under a purple Sky», LP/CD (Play it again Sam - 1989)
«1980-1986», CD, (EMI Music (Belgium) - 2006)

Fonte: Lastfm, Discogs, Blog Phoenix Hairpins, Blog Dark Records, Blog Small Room Reverb, Blog El Sendero Oscuro, Blog Jacyk's Music Memories



Myspace

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Dueto The Pogues com Kirsty MacColl

Musica "Fairytale of New York" do single com o mesmo nome dos Pogues. Escrita por Jem Finer e Shane MacGowan, e que saiu mais tarde no álbum «If I Should Fall from Grace with God» de 1987.



Toda a história da musica "Fairytale of New York".

Bom Natal a todos!

Merry Christmas!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Extérieur Nuit

Compilação francesa de 2000 lançada pela Apratima.

Extérieur Nuit

01) Wallenberg - Memories Damage (or Sniffin' Glue)
02) Tales - Enough
03) Hide & Seek - Le Chercheur D'arbres
04) Ultimatome - El Hasima (Live Paris, 26/05/1995)
05) Memoires D'automne - Dance Of The Nothing
06) Neutral Project - Shadows
07) Lucie Cries - Vers L'azur
08) Guardian Bird - Renaissance
09) Neutral Project - Prisoner (Live Studio Neutre, 1995), escrita
por Bunkerstrasse
10) Memoires D'automne - Blurred Pictures (Live Theatre De Roanne, April 1997)
11) Curtain - The Empty Sky
12) Bunker Strasse - Les 25 Pieces Sont Vides (Live Paris, 31/03/1989)
13) Season Five - Passion
14) Neutral Project - Sous Le Soleil De Novembre, escrita por Renaissance Noire
15) Wallenberg - The Silence Or The Death
16) Ultimatome - Anyone
17) Lucie Cries - Les Soleils Felons
18) Renaissance Noire - D'irlande + Les Nuits N'ont Pas D'ombres (Live Paris, October 1995)

Não encontrei nenhum vídeo de qualquer destas musicas...fica um vídeo dos Lucie Cries

Season Five

Não consegui saber nada desta banda a não ser que era formada por: Richard Beghin, Guillaume Decrop e Philippe Benoist.

Discogs

Curtain

Paris, França

Membros:

Emmanuel Burget (guitarra e voz),
François Peronet (baixo),
Dominique Jean (teclas),
Xavier Mollar (bateria).

Membro fundador:

Gilles Mahé (1995-2006)

Discografia:

«Facing The Mirror» (1998)
«No flowers by request» (1999)
«2nd floor paradise» (2001)
«Urban Disease» (2007)

Fonte: Discogs

Concert Strasbourg Kobus le 13 janv 2007

Curtain | MySpace Music Videos


Myspace

Renaissance Noire

Membros:

Thierry Duclos (composição, textos, voz, baixo, teclas, ritmos) (percussão em actuações ao vivo)
Valérie Masson (Guitarra)
Laurent Hardouin (Guitarra) (percussão, baixo em actuações ao vivo)
Olivier Picard (bateria)
Kristian Dernoncourt (sampler, baixo em actuações ao vivo) (membro dos NO Tears, Bunker Strasse, Modèle Martial, Neutral Project e L'Avis G821)

Discografia:

«Au Dela Du Cercle De Lumière» (1992)
«Royaumont» (1994)
«... Im Oktober» (1995)
«Beyond The Circle Of Light» (1995)

Fonte: Discogs, Blog Dream and Voices



Myspace

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Bunker Strasse

Nord-Pas-de-Calais
França

(1984-1989)

Membros:

1984 - 1986

Kristian Dernoncourt (baixo, voz) (entrou também nos L'Avis G821, vL, No Tears)
Christophe Dhedin (sintetizadores)
Mickael F (bateria)
1986 - fim 1987

Kristian Dernoncourt (baixo, voz)
Christophe Dhedin (sintetizadores, vozes)
Thierry Dubois (guitarra, voz) entrou também nos Modele Martial Robert Letuppe (bateria) entrou também nos Modele Martial

De 1984 a 1989 usaram o nome de Bunker apenas para o grupo.

Biografia

Discografia:

«Offensive» (1986) K7
«Bunker Strasse» (1987) K7
«Split avec Modèle Martial» (1989) K7

Compilações:

«Le son des brumes» (1989) K7
«Eson Eliom Esmaris» (1989) K7
«Mea Pulpa» (1989) K7
«T.T.I.C.C.» (1992) K7
«Extérieur Nuit» (2000) K7
«Transmission Continued - More French Cold Wave» (2007)

Fonte: Blog Dream and Voices, Blog Capa Nostra Syndicate



Myspace

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Dueto David Bowie e Freddie Mercury

"Under Pressure" é uma canção original de 1981, retirada do álbum «Hot Space» dos Queen, em parceria na composição e nos vocais com o David Bowie.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

The Mission

Inglaterra
Formação inicial (1985):
Wayne Hussey (voz)
Craig Adams (baixo)
Simon Hinkler (guitarrista)
Mick Brown (bateria).
Formação actual:
Wayne Hussey (voz e guitarra)
Mark Gemini Thwaite (guitarra)
Richie Vernon (baixo)
Steve Spring (bateria)

Adoro os Mission, as letras, voz do Wayne Hussey, as musicas! Tive a sorte de os ver durante a tournê “Ressurrection” em Aveiro, 2000 :)

Discografia:

«God's Own Medicine» (1986)

Musica "Stay With Me"



«The First Chapter» (1987)

Musica "Wake"



«Children» (1988)



"You are all passion and heart
When I lay in your embrace
And heaven is in your kiss
Salvation lies just a touch away" - Da musica"Tower of Strength" do álbum «Children» de 1988

«Carved in Sand» (Janeiro 1990)

«Grains of Sand» (Novembro 1990)

Musica "Heavens Sends You"



«Masque» (1992)
«Neverland» (1995)
«Blue» (1996)
«Aura» (2001)
«God Is a Bullet» (2007)

Myspace

The Mission (também conhecida como Mission ou The Mission UK) é uma banda de rock gótico formada em 1985 no Reino Unido. Membros fundadores foram, Wayne Hussey e Craig Adams logo após terem deixado o The Sisters Of Mercy por divergências musicais com o então líder da banda Andrew Eldritch.
Fazem sua primeira apresentação como The Mission no Electric Ballroom, em Londres, em 1985 e fazem a primeira tournê como banda de suporte dos The Cult em 1986. Ainda nesse ano lançaram dois singles Serpent's Kiss e Garden Of Delight/Like A Hurricane, sendo o single Serpent's Kiss o single independente mais vendido do ano. Em Setembro lançam God's Own Medicine, seu primeiro álbum que traz os clássicos "Stay With Me", "Wasteland" e “Severina”. O disco produzido por Tim Palmer. Em algumas faixas (inclusive “Severina”) os backing vocals contam com a participação de Julianne Regan, vocalista da banda All About Eve. Para retribuir o gesto Wayne produziria o single "Our Summer" do All About Eve, que também contou com Mick na bateria. Wayne ainda arrumou tempo para gravar um single com Guthrie Handley chamado Where Was?. O All About Eve abriria vários shows para o Mission durante a década de 80.
Em 1987 The Mission realizou uma tournê pela Grã-Bretanha, Europa e América e abrem alguns shows dos U2 na fase europeia da tournê The Joshua Tree.
Os álbuns seguintes «First Chapter», «Children», «Carved In The Sand» e «Grains In The Sand», tiveram algum sucesso e têm musicas que ficaram para a história da década de 90.
Em Abril de 1990, no início da tournê Americana o guitarrista Simon Hinkler sai da banda.
Em 1992 «Masque» é lançado, o álbum é sem dúvida uma significativa mudança de estilo da banda e com a saída de Craig Adam, nesse mesmo ano, começa o declínio da banda.
Em 1995 foi lançado o álbum «Neverland» e em 1996 o álbum «Blue».
Entre 1996 e 1999 os Mission cessaram a sua actividade e os seus elementos seguiram quase todos outros projectos musicais.
O ano de 1999 é marcado pelo retorno de várias bandas clássicas do “rock gótico” como Bauhaus, Fields of the Nephilim e Garden of Delight. Inspirados por tantos retornos, Wayne Hussey e Craig resolvem reformar e reactivar a antiga banda. A tournê baptizada adequadamente de “Ressurrection” contou com a participação das bandas Gene Loves Jezebel, Mike Peters e All About Eve. Em Novembro de 1999 é lançado o disco «Resurrection», uma colectânea de hits da banda.
Em 2001, o disco «Aura» é lançado, foi gravado nos Estados Unidos e Inglaterra, e contou com a produção de Wayne Hussey e sendo produzido por Dave Allen (The Cure, Sisters of Mercy) e Steve Power (Robbie Williams). O disco marcou o retorno ao velho estilo do Mission. Iniciaram então vários espectáculos durante o ano de 2001 e 2002. Mas durante uma tournê em 2002, Craig abandonou a banda o que levou a que os Mission hoje sejam apenas Wayne Hussey e músicos convidados.

Ex - membros da banda:

Craig Adams saiu da banda em 1992 e juntou-se aos The Cult.
Mick Brown saiu em 1996 e envolveu-se em vários projectos incluindo os Oasis.
Simon Hinkler deixou a banda em 1990 e desde então tem vindo a trabalhar em vários projectos.
Scott Garrett (baterista) saiu da banda em 2003 e juntou-se aos The Cult.
Rob Holliday foi guitarrista de 2002 a 2005 Tem uma banda dele mas também tocou com os Prodigy e Gary Numan.
Andy Cousin (baixista) tocou com os All About Eve. Rik Carter (teclas), saiu da banda em 1996 e trabalha em vários projectos nomeadamente também com os All About Eve.

Fonte: Site Oficial, Blog Fields of Haze, Blog The PostPunk 80's Underground, Blog Darkjj, Blog Plan-9 From Outer Space , Blog Jacyk's Music Memories, Blog Taringa

domingo, 13 de dezembro de 2009

Mémoires d'Automne

Formaram-se em 1992. Denis Regnault (guitarra), Sandrine Cognet (baixo), Hervé Becouse (bateria), todos ex membros da banda, The Joy Stream. Mais tarde juntou-se ao trio um segundo guitarrista, Marc Zottos e o vocalista, Laurent Marcoux. Em 1993 Zottos e Marcoux deixaram o grupo que voltou ao trio inicial, passando Denis para a voz.

Discografia:

«Gloria Victis», K7, 1993
«Mémoires d'Automne», K7, 1995
«Cliché», K7, 1997

Fonte: Site Rockaroanne, Blog Serquet Hetu

Ultimatome

Mais uma banda desconhecida...
Eram formados por Aymeric Pichevin, Christophe Ambel, Christophe Ravasson, Patrick Mihoub e Richard Buty.
Lançaram pelo menos uma k7, «L'Ombre Du Cri» em 1995. Entraram em algumas compilações.

Fonte e compilações: Discogs

Tales

Não consegui saber nada desta banda a não ser que era formada por: Gilles Frappier, Zan Nagat, Alain Frappier, Hervé Costuas

Fonte: Discogs

Hide and Seek

França

Formaram-se em 1993

Membros:

Pierre-Yves Lebeau, um musico francês
Liesbeth Houdijk, uma cantora alemã.

Actuações ao vivo o duo passa a quinteto com os seguintes elementos:

Baterista/percussionista Olivier Vitry, o baixista Krisztof e na flauta François Porte.

Discografia:

«Orphée», (1994), K7
«Les Mondes Intérieurs», (1996), K7
«Luxembourg», (1999), CD
«European Landscapes», (2003), CD
«Where Turtles Sleep», (2007), CD

Fonte e compilações: Discogs

Site Oficial

Myspace

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Concerto Editors

10 de Dezembro de 2009
Grande concerto!
O Tom Smith é muito bom em palco, cativante e muito expressivo!

Alinhamento do concerto:

1. In This Light And On This Evening
2. An End As A Start
3. Blood
4. You Don't Know Love
5. Bones
6. The Boxer
7. The Big Exit
8. Escape The Nest
9. Eat Raw Meat = Blood Drool
10. Lights
11. Racing Rats
12. Like Treasure
13. Camera
14. Bullets
15. You Are Fading
16. Smokers Outside The Hospital Doors
17. Bricks And Mortar

Encore

18. Walk The Fleet Road
19. Munich
20. Papillon
21. Fingers In The Factories

Reportagem e fotos do Blitz

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Dueto Blur e Françoise Hardy

Musica intitulada "La Comédie". Uma versão "afrancesada" da musica "To The End" do álbum «Parklife» dos Blur de 1994. Dueto com a cantora e actriz francesa Françoise Hardy.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Wallenberg

Paris, França
Abril de 1984

Membros iniciais:
Valérie Giannorsi (baixo)
Jean-Yves Tola (bateria, actual baterista dos 16 Horsepower)
Jean - Jacques Deseraunes (guitarra)
Hervé de Wallenberg (voz).

Apesar de serem um grupo bastante jovem eram de um rigor e perfeccionismo raro, o que fazia com que os seus concertos atraíssem sempre cada vez mais fãs.
O grupo acabou em 1993 com a saída de Hervé, que participou com alguns projectos da altura e em 1999 fundou os Tales.
Mais tarde voltou a utilizar o nome original Wallenberg para a sua nova banda mas da formação inicial apenas resta ele.
A banda tem actualmente então, como membros Hervé de Wallenberg (voz), Bernard (guitarra), Nicolas (baixo) e Lola (bateria).

Discografia:

Sea Of Sins (2004) CD
Sea Of Sins / Always The Same '84-88 (2004)

Aparecem musicas dos Wallenberg nas seguintes compilações:

Der bau (1986)
Out of Nowhere (1986)
Unreleased volume 2 (1988)
Extérieur Nuit (2000)
New Dark Age Vol. 3 (2005)
Movement One Volume 1 (2006)
Transmission Continued (2007)
Poisoned Dead Frogs (2008)



Fonte: Site Oficial, Blog The PostPunk 80's Underground

Myspace

domingo, 6 de dezembro de 2009

Super Bock In Stock 2009

Só fui na Sexta-feira dia 4.
Uma ideia excelente, poder andar de sala em sala a ver o concerto que se quer! Mais uma iniciativa que foi muito bem recebida.
Comecei no São Jorge a ver os britânicos Wild Beasts que já estavam a actuar à algum tempo. Desconhecia, não me desagradaram mas vou ter que conhecer melhor para dar uma opinião mais concreta. Segui para o Tivoli onde estava já a actuar Ebony Bones. Espectáculo bastante cativante e impossível ficar quieto ao assistir aquela explosão de energia. Apesar de não ser propriamente a musica que eu conseguia ouvir no dia a dia, foi uma surpresa o espectáculo. Saí do Tivoli para ir ver o que me interessava verdadeiramente no cartaz, os Blacklist. Tirando a falta de condições do Maxime para um concerto destes, houve vários problemas técnicos, e o grupo claramente ficou desagradado com tudo que aconteceu. Mas gostei de os ver ao vivo e acho que devia ter tido mais cobertura por parte da imprensa nacional este concerto. Voltei ao Tivoli onde assisti ao final do concerto do grande Legendary Tigerman. Conheço o Paulo Furtado de Coimbra dos Tédio Boys e acho que é um dos melhores músicos que temos actualmente! Tive pena de perder o espectáculo mas terei mais oportunidades para o ver certamente! Segui depois para a sala 2 do São Jorge, onde os portugueses Easyway apresentaram o disco/longa metragem "Laudamus Vita" no último concerto da noite. Não conhecia mas também achei um projecto interessante.

Reportagem e fotos do Blitz



Acabei a noite no Lounge onde curiosamente estava a passar bastante musica na onda do Rockabilly!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Dueto Kristin Hersh e Michael Stipe

"Your Ghost", do álbum de Kristin Hersh, «Hips and Makers» de 1994. Primeira musica do álbum com Michael Stipe dos R.E.M.

Kristin Hersh - "Your Ghost" (featuring Michael Stipe)

Laura | Vídeo do MySpace

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Fim de semana no Porto...

Matar saudades de tantos sítios, conhecer a nova noite do Porto. A zona da baixa está uma loucura. Rua da Galeria de Paris, Piolho, bares que cobrem todas as ruas envolventes aos Clérigos, Cedofeita, Passos Manuel. A noite do Porto está com uma dinâmica incrível!
O Bairro Alto fecha ás 2h, 3h nos fds, os bares da Baixa do Porto fecham ás 5h, 6h, os bares/discotecas ás 8h, 8:30! Andar de bar em bar a pé até de manha.
Começou a noite no Piolho, o mítico café que fez este ano 100 anos, depois Rua Galeria de Paris. Muitos bares, imensa gente na rua. Seguiu-se o bar Janela Indiescreta, de um amigo que já não via à muitos anos! Recomendo, fica na Rua das Oliveiras, direcção Cedofeita - Praça da Republica, junto ao Teatro Carlos Alberto. Na sexta era também a reabertura do Tendinha. Perguntei a alguém se conseguíamos entrar ás 6h, senão estaria fechado! O que fui perguntar, «A esta hora é que se vai bem ao Tendinha!» Estava completamente cheio! Tipo incógnito nos dias mais cheios mas eram já 6 e tal da manha! Musica muito muito boa, coisas antigas e recentes, para todos os gostos! Animação total até de manhã.

Para matar saudades...



No Sábado fomos jantar à Ribeira. Zona onde à muitos anos era o destino na noite do Porto. Hoje restam os restaurantes para turistas e um ou outro bar!
O espaço do Meia Cave está substituído por uma agência de viagens e um restaurante. E a Praça do Cubo onde dantes se juntavam centenas de pessoas, hoje não tem ninguém! Para matar saudades fomos ao Meu Mercedes é maior que o Teu! Dantes estava sempre à pinha o bar. Estava muito pouca gente mas a musica continua excelente! Terminou a noite no Janela Indiescreta.

Foi um fds a repetir, numa cidade fantástica que é o Porto!